Colunistas

Vida & Carreira – Renata Miranda

Saiba a importância de desacelerar por mais que sua vida esteja num período de construção. Sim, devemos ter foco e colocar muita energia na concretização dos nossos sonhos, mas não podemos esquecer que em meio a tudo isso precisamos manter a mente em ordem sem atropelos com excesso de tarefas que vão além do que podemos abraçar.
Muitas vezes nos empolgamos com nossa capacidade de realizar muito além do que imaginávamos e quando fazemos o que gostamos corremos o risco de perder a linha e focar demais num ponto só.
Mas a vida é muito mais do que um ponto só e para atingirmos o equilíbrio precisamos dar atenção a outros pontos. Aqui cabe contar minha trajetória pessoal onde numa determinada época da minha vida acelerei além da conta até o ponto que o stress bateu à porta e minha vontade era de sumir do mundo para nunca mais voltar.
De nada adianta ganhar muito dinheiro e perder saúde por falta de tempo para se cuidar. De nada adianta não estar presente no presente de nossos filhos e depois querer retribuir com bens materiais que o dinheiro gerado em nossa ausência pode comprar. De nada adianta perder a essência de nossos relacionamentos porque decidimos um belo dia concentrar todas as nossas forças num lugar só. De nada adianta querer desenvolver pessoas e melhorar suas vidas se a minha própria vida não está melhor. Lamento informar, mas não vai te fazer bem acelerar demais num lugar só. Você pode até achar que sim, mas eu vou te afirmar que não.
Tem coisas que só valorizamos quando perdemos. A saúde é o melhor exemplo disso. Por exemplo, minha rotina é tão corrida que acabo esquecendo de tomar água. Em consequência disso crio pedras nos rins. Lá pelas tantas o corpo cobra a conta da minha desatenção e falta de disciplina com a minha saúde. E a conta é alta e muito dolorosa. Quando passamos por longos períodos de exposição a dor refletimos sobre o quanto somos relapsos com o que verdadeiramente importa. Ali deitada numa cama, percebe-se que o simples fato de não sentir dor é algo que deve ser apreciado e valorizado todos os dias. Quando tudo normaliza e o corpo não adoece mais, acordamos agradecidos e nossa visão diante de certos valores mudam.
Não espere ficar doente para perceber isso. Desacelere. Cuide da sua mente e do seu corpo enquanto ainda tem saúde. Não espere que teu freio esteja fora de tuas mãos.

 

Por Renata Miranda
Administradora da Unipampa
Master Coach
Escritora e Palestrante

Deixe uma resposta

Fechar