Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores de Caçapava do SulCaçapava do SulDestaquePolíticaSaúde

Vereadores pedem ajuda ao MP para dar andamento ao acordo das cirurgias de traumatologia

No primeiro semestre deste ano, os vereadores Mariano Teixeira e Marquinhos Vivian, organizaram cinco reuniões, entre pacientes que aguardam por cirurgias de traumatologia de alta complexidade, Secretaria de Saúde e Ministério Público, com o objetivo de diminuir a fila de espera do SUS, fazendo um mutirão pelo consórcio Intermunicipal de Saúde.

Segundo os vereadores, todas as tratativas até o mês passado foram com o ex-secretário Juarez Teixeira, no qual ficou acertado que o município faria 8 cirurgias pelo Consórcio, ou seja, pagas pela Prefeitura, através de um mutirão com orçamentos distintos  de Hospitais da região e de Caçapava do Sul. Atualmente são 25 pessoas na fila de espera e o SUS está chamando em média de dois pacientes por ano, dependendo da demanda da região destinada pela Coordenadoria de Saúde.

Com isso, após a quinta reunião, foi batido o martelo entre a Câmara, a Secretaria de Saúde e o MP, que os oito primeiros pacientes fariam avaliação para fazer a cirurgias pelo Consórcio e que o Município passaria os valores individuais para a Câmara. Com isso, segundo os vereadores, a Comissão de Saúde não recebeu mais informações sobre este caso e nem os orçamentos que tinha ficado acertado com o ex-secretário, o Legislativo enviou um ofício nesta quinta-feira, dia 21, pedindo ajuda ao MP sobre o caso.

“Tudo que foi tratado com o secretário Juarez não está tendo andamento e nem os prazos de retorno, por tanto, encaminhei um documento ao Promotor Diogo Taborda, solicitando a sua intervenção para que o tratado seja cumprido e os oito pacientes realizem a cirurgia. Toda essa força tarefa foi realizada porque o Legislativo através de emenda colocou recursos no orçamento do município para esta finalidade e como não estamos tendo mais a continuidade das reuniões solicitamos ajuda do MP para cumprir o combinado”, disse o Presidente.

“Fizemos uma força tarefa junto com a saúde e o MP para tentar resolver este problema, onde existem pessoas há mais de 2 anos esperando a cirurgia, acertamos com o secretário Juarez, mas infelizmente ele acabou saindo do Governo e o assunto não teve continuidade”, disse Mariano.

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios