Caçapava do SulCâmara de Vereadores de Caçapava do SulCulturaDestaqueGeralPrefeitura de Caçapava do SulRegião

Velório de Zeno Chaves será na Câmara de Vereadores nesta quinta-feira

Na noite desta quarta-feira, dia 10, faleceu em Caçapava do Sul o tradicionalista Caçapavano, Zeno Dias Chaves. Com isso, o velório do historiador que está inicialmente foi realizado na funerária Barbosa passa a ser no saguão da Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul desde a manhã desta quinta-feira.
Homenagens estão programadas ao longo da manhã e início da tarde. O enterro está programado para as 14h, no cemitério do Seival. Durante a manhã de quinta-feira, está programado também a presença no velório de autoridades tradicionalistas, personalidades da cultura gaúcho e membros do MTG.
O Caçapavano Zeno Dias Chaves faleceu na noite da quarta-feira, 10/07, aos 91 anos, sendo um dos mais importantes tradicionalistas do RS. Ele foi pecuarista, político, tradicionalista, historiador e escritor.
Figura ilustre em Caçapava do Sul, recebeu inúmeras homenagens no tradicionalismo devido a sua atuação na área, que envolveu pesquisas e palestras. Seu Zeno, como era conhecido, completaria 92 anos nesta sexta-feira, dia 12.
Em sua trajetória, desempenhou um papel importante na comunidade, passando pela política e cultura. Conforme pesquisa de Fátima Jovane Santos Nunes, realizada em maio de 2013, Zeno foi vereador, secretário de Município, diretor do Centro Municipal de Cultura, membro da Associação Rural e da Coopam, diretor regional da ABCCC e fundador do núcleo local. Também foi sócio fundador dos CTGs Sentinela dos Cerros, Clareira da Mata, Família Nativista, Pampa e Querência e Heróis do Seival, e dos piquetes Guarda Velha e Os Maragatos, além de outros departamentos tradicionalistas e estudantis em Caçapava e na região.
Na área tradicionalista também foi patrão, coordenador regional, conselheiro e presidente do MTG (Movimento Tradicionalista Gaúcho) e da Fundação Cultural Gaúcha, fundador, primeiro vice-presidente e patrono da Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha, e  um dos fundadores da Confederação Internacional da Tradição, tendo participado da maioria dos congressos de tradição gaúcha a nível estadual, nacional e internacional.
Na área cultural, seu Zeno, como era chamado, foi patrono da 10ª Feira do Livro de Caçapava do Sul. Teve dois livros editados. Ministrou cursos sobre História e Tradição para alunos de escolas públicas e fez inúmeras palestras. Gravou seriados e documentários para emissoras de televisão, sempre falando sobre a história do Rio Grande do Sul e seus costumes.
Entre as inúmeras homenagens já recebidas destacam-se as comendas Charrua, Negrinho do Pastoreio, João de Barro, Bento Gonçalves e Barbosa Lessa, e vários títulos de Mérito Tradicionalista.
O corpo de Zeno Dias Chaves está sendo na Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul e o enterro acontece nesta quinta-feira, as 14h, no cemitério do Seival.
Logo que foi confirmada a morte do historiador, as entidades sociais de Caçapava do Sul e tradicionalistas lamentaram a morte de Chaves nas redes sociais.
No início da noite, o Patrão do CTG Sentinela dos Cerros, Flávio Barreiro, entrou em contato com a reportagem para se manifestar sobre a morte de Zeno. ” A comunidade gaúcha teve uma grande perda nessa noite, onde um dos ícones do tradicionalismo e da cultura do RS acabou falecendo. O  CTG Sentinela dos Cerros lamenta muito a morte do Seu Zeno e faremos homenagens para agradecer a um dos mais importantes personagens da história do nosso Estado e de Caçapava”, disse Barreiro.
Zeno era casado com Izaura Chaves e teve três filhos.

Luís Carlos Machado

Jornalista MTE 18.013/RS Graduado em Marketing

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios