Caçapava do SulColunistasPolítica

Pitoco na cadeira

Time novo - Buraqueira - Eleição 2018

TIME NOVO – O prefeito Giovane Amestoy não tem preconceito quanto à mudanças no secretariado. Na última semana foram mais três alterações no time. Como comandante do Poder Executivo, Amestoy escalou o veterano Pedro Gaspar para a Agricultura. O médico veterinário e ex-integrante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Cindinho, entrou em campo vestindo a camisa da Assistência Social e o novato em serviço público Igor Casanova, de casa nova, veste a farda do governo Amestoy assumindo a chefia de gabinete. Foram três alterações de uma só vez. O objetivo? Jogar uma boa partida e obter um bom resultado.

PITOCO NA CADEIRA – Quem acreditava que o Pedro Gaspar ia pendurar a chuteira se deu mal. Depois de conseguir uma boa transferência de votos e emplacar seu assessor, Mariano Teixeira na Casa do Povo, o Pitoco voltou por cima. O ex-vereador Pepista retornou aos cargos públicos como secretário adjunto de agricultura e, mesmo antes do pessoal se acostumar com ele pelos corredores, num piscar de olhos, (leia-se desligamento de Marcelo Freitas) o Pitoco sentou na cadeira de secretário.

BURAQUEIRA – Quando o assunto é calçamento a conversa vai longe. Ainda na última sessão legislativa o assunto subiu à tona. São muitos os pontos do calçamento de Caçapava do Sul que requerem uma atenção maior por parte do executivo. Não vamos nem entrar na questão temporal e lembrar que tem buracos nascidos em gestões pretéritas. O fato é que tem buraco que já pode fazer identidade: o buraco do fulano… o buraco do ciclano… Além disso, tudo ainda tem o sumiço das pedras do calçamento. Segundo soube, o executivo deve licitar esta restauração em breve. Antes disso, há quem diga que o negócio é espantar o tatu gigante que faz os buracos e anotar a placa do Disco Voador que abduz as pedras.

ELEIÇÃO 2018 – Em recente conversa como prefeito municipal, o responsável pelo Cartório Eleitoral, Fábio Macedo, alertou que cerca de 3500 títulos foram cancelados. Este número, com certeza, fará diferença no pleito deste ano. São menos 3500 votos à serem disputados entre os candidatos em Caçapava do Sul. Com certeza vai ter muito cabo eleitoral rebolando na esquina atrás de eleitor. Aliás, você lembra em quem votou para deputado estadual, federal, senador, governador e presidente há quatro anos? E sabe o que eles fizeram pelo teu país? Ainda dá tempo de avaliar e votar consciente em quem tem compromisso com o nosso futuro.
Não vai entrar na cabine de votação achando que está preenchendo um bilhete de loteria só pra dizer depois que acertou um ou dois. Ou pior, achar que tá preenchendo a tabelinha da Copa do Mundo. Olha aí no que deu! Depois não adianta reclamar que a luz subiu, que a gasolina subiu, que o imposto subiu e que o remédio sumiu…

Deixe uma resposta

Fechar