ColunistasLavras do Sul

O HOMEM PÚBLICO E A EMPRESA PRIVADA

Quando se juntam estes dois entes , juridicamente falando ,a grande vítima é  a empresa pública, ou seja o povo.Obviamente não podemos generalizar porque existem políticos e empresários honestos, coisa rara com relação aos primeiros especialmente e não é mecanismo psicológico de negação de uma realidade deprimente, tem gente honesta e cada vez teremos mais, não existe margem de erro .Nós precisamos acreditar que existe honestidade. É inimaginável o volume de dinheiro levado dos cofres públicos pelos políticos, nossos representantes , legitimamente eleitos por nós , nos chamados governos democráticos que temos tido desde que a a ditadura militar soltou o povo dos seus tentáculos malditos. Sarney( Que entrou porque morreu Tancredo), Collor, Itamar( que entrou porque caçaram o Collor) FHC , Lula, Dilma e agora Temmer ( porque caçaram a Dilma) Vejamos que os três governos do PMDB chegaram ao poder por morte ou cassação , sempre ” pela porta dos fundos”. Na realidade o PMDB é como a rainha da Inglaterra, reina , reina mas não governa, só em casos especiais como citados acima. Mas , novamente, vamos voltar ao assunto!!! Me espanta essa minha capacidade de divagar quando estou escrevendo, deve ser o que a pedagogia moderna  chama deficit de atenção.kkkkkkkk As empresas públicas tem sido as grandes vítimas dos políticos corruptos e dos empresários imorais, corruptos também, por isso este processo de combate a corrupção passa primeiro pelo povo que se corrompe com extrema facilidade. Se juntarmos todos os pequenos gestos de corrupção no cotidiano, dará um montante muito maior que o bolo do planalto Central  do País onde age o cérebro do nosso problema. Empresas grandiosas como a Petrobras, Vale do Rio Doce, Metrôs , Correios, Banco Brasil , Detran , enfim… milhões, bilhões, ou quem sabe trilhões, são tirados todos os dias dos cofres do povo. É como tirar Médicos, Advogados, Professores, Psicólogos , Assistentes sociais , Odontólogos, todos eles que as pessoas   buscam todos os dias e encontram menos do que precisam. É como tirar feijão, pão , arroz, carne, macarrão do prato das pessoas, o creme dental, o absorvente higiênico, o sapato, a veste , tudo, é como tirar tudo das pessoas e acabar por ultimo levando-lhes a dignidade. Parece exagero, eu sei que parece, mas não é . E mais do que isso, não são somente os deputados e senadores, governadores e demais cargos dos altos escalões governamentais que fazem isso. O Simples servidor público que  embolsa uma diária ganha de forma equivocada, esta tirando tudo isso das pessoas, primeiro é claro, dele mesmo! Mas vejamos , aqui , agora usando uma expressão singela, que a “terrinha produtiva”é sempre a mesma, Câmara de Vereadores, Prefeituras, Assembleias Legislativas, Câmara Federal , Congresso e Governo Federal, todos pródigos em distribuição . A Lei de Licitações, n° 8666/93 proíbe ao órgão  publico qualquer  que seja , lesar o privado  , causar-lhe qualquer tipo de empobrecimento. Perfeito, a legislação deve proteger o setor privado  de cujos impostos se alimente, vive ou sobrevive. Em função disso, a empresa pública vem sendo aviltada diariamente pelos homens públicos que repartem com o privado o fruto da deslealdade para com o povo que o elegeu. Mas , tenhamos calma,  porque também existe uma legislação que veta qualquer tipo de atitude danosa com relação ao  próximo, e não é uma lei numerada, promulgada nem sancionada  em assembleias humanas,está  insculpida em cada um, na consciência, que mais dia , menos dia,vai despertar!!!

Deixe uma resposta

Fechar