Colunistas

Liga da Justiça, Paternidade, Boleia…

A Palavra do Machado é um resumo da Sessão Legislativa de Caçapava do Sul, comentado pelo diretor dos jornais A Palavra e CaçapavaOnline

LIGA DA JUSTIÇA – Na semana passada o Juiz Diego Locatelli e o Promotor Diogo Taborda se reuniram, na sede da Brigada Militar em Caçapava do Sul, com o Capitão Luiz Mário Kristoch e os oficiais comandantes dos grupamentos de Santana da Boa Vista e Lavras do Sul. Na pauta assuntos pertinentes à segurança pública a fim de tornar ainda mais efetivo o sistema de justiça criminal na região.
CPV no SPC – Sobre a falta de crédito do município com órgãos oficiais do governo, o presidente da Casa, Sílvio Tondo (PP) relacionou as certidões que Caçapava do Sul não consegue obter. Para Sílvio, o problema é da atual gestão que aos poucos está acabando com os programas no município.
DITO E FEITO – Após pronunciamentos realizados na semana passada, alertando para a necessidade de instalação de redutores de velocidade na Lima e Silva, Caçapava do Sul registrou uma morte por atropelamento naquela avenida. O vereador Paulinho Pereira (PDT) divergiu com Caio Casanova (SDD) sobre o local onde ocorreu o acidente. Paulinho argumentou que o ponto da colisão não seria dentro do contratado para recuperação. Na verdade o ponto de vista do vereador é irrelevante frente ao fato de que mais uma vida foi perdida naquela avenida e que a responsabilidade em trecho urbano permanece com o município.
PATERNIDADE 1 – Marquinho Vivian (MDB) bateu de frente com a prática bem usada por muitos políticos: Ser o pai da criança. Ou seja, aquela prática de correr na frente pra dar o nome numa rua que não existe ainda, ou levar o crédito por conta de uma obra que não saiu do papel. Este projeto visa proibir dar nome a obra antes do término da mesma.
PATERNIDADE 2 – Ricardo Rosso (PP) relatou um caso de troca de paternidade ocorrido com o recebimento de uma ambulância. O vereador Alex Vargas (PP) já tinha alertado, na semana passada, que o filho era dele.
Após o imbróglio, a ambulância adquirida pelo município, sob intervenção de Alex, através de emenda do Deputado Federal Alceu Moreira, teve sua ,,certidão de nascimento devidamente registrada,, nas Minas do Camaquã. No registro fotográfico Rosso aparece com cara de padrinho da ‘’criança’’.
PASSO A PASSO – Com a a demanda da localidade atendida, Alex foi à localidade com um novo pedido ao Executivo: que a ambulância seja radicada naquela localidade. O problema é que para que isso ocorra, outros problemas tem de ser resolvidos: motoristas e técnicos de saúde.
BOLEIA – O vereador Luís Fernando Boca Torres (PT) disse em plenário que foi ameaçado por motorista de transporte escolar do município. A ameaça, que está documentada, é em razão das denúncias do vereador sobre o estado precário que se encontram alguns veículos do transporte escolar. Eles passaram por vistoria há poucos dias e imagens mostram diversos problemas que não poderiam estar ocorrendo. Sobre isso Marquinho disse que o problema começa pelo executivo.
REPUTAÇÃO – Em reunião realizada pela Secretaria de Saúde, o vereador Mariano Teixeira passou o maior sufoco. Enquanto esperava, teria ouvido de uma sala ao lado, poucas e boas. Cachorro e ladrão foram alguns conceitos atribuídos aos edis por uma servidora. Mariano teria inclusive gravado parte
da opinião da servidora.
PONTO FINAL – Sem conclusão de pequenas, mas importantes obras na cidade, Silvio disse que Caçapava do Sul está virando a cidade dos cavaletes.

Luís Carlos Machado

Jornalista MTE 18.013/RS Graduado em Marketing

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios