Caçapava do SulCoronavírusDestaqueGeralSaúde

COE-RS confirma morte de paciente caçapavana em decorrência do Coronavírus

Por William Brasil

A Prefeitura informa que o Boletim Epidemiológico datado de ontem, dia 12 de outubro, que informa a morte de mais um caso que se trata de coronavírus, não apresenta nenhuma irregularidade.

Que a notícia, embasada em documento encaminhado à Secretaria de Saúde da Prefeitura de Caçapava do Sul, e gerado através do SISEP (Sistema de Saúde Unificado do SUS que identifica esta doença), apresentou que a morte da paciente foi em DECORRÊNCIA do coronavírus.

Após a constatação na manhã desta terça-feira, dia 13, de divergências documentais entre o laudo do Estado do Rio Grande do Sul e a Certidão de óbito (esta última apresentada pela família da vítima), a Secretaria de Saúde solicitou ao Centro de Operações de Emergências Secretaria Estadual da Saúde / RS novo laudo da causa morte e, que, novamente, através de e-mail documental, anexo a esta matéria, CONFIRMOU A MORTE DA PACIENTE DECORRENTE DE CORONAVÍRUS.

Após tomar conhecimento dos fatos, a Coordenadoria de Comunicação Municipal entrou em contato com a Coordenadora Regional da Vigilância Epidemiológica, Especialista em Saúde da 8ª Coordenadoria Municipal de Saúde, Cenyra Sanchotene Martini, que afirmou que o laudo atestado de coronavírus da paciente foi emitido por médico especialista do HCB, uma vez que os exames anteriores (teste rápidos de Coronavirus e PCRs) apresentaram resultado negativo.

Cenyra informou ainda que a divergência na informação da causa morte pode ocorrer, uma vez que existe um protocolo específico com diversos itens que podem serem preenchidos, ou não, na certidão de óbito, e que, casos de covid-19 muitas vezes são preenchidos como síndromes respiratórias agudas, ou pulmonares, sendo que, esta última, pulmonar, consta na Certidão de Óbito apresentado pela família da vítima (essa constatação pode ser comprovado com Documento emitido pelo COE-RS anexo à materia).

Em relação a realização do funeral, que não é permitido em casos de Covid-19 devido o risco de contaminação, a coordenadora explicou que tanto o laudo, quanto os testes que foram realizados na vítima, comprovaram que ela não era mais portadora, no momento da morte, do vírus (mas que morreu em decorrência dele devido agravamento de órgãos) e que não oferecia riscos a saúde de familiares e amigos presentes no momento da cerimônia e enterro.

A Prefeitura, através da Coordenadoria de comunicação, reitera que TODOS OS PROTOCOLOS DE INFORMAÇÃO RELATIVAS AO CORONAVIRUS são emitidos baseados em documentos oficiais, que não há manipulação de tais dados, gerados pelo SISTEMA de Saúde Nacional quando da entrada destes pacientes em qualquer hospital do país (uma vez que todo exame ou procedimento realizado é registrado em Sistema CID), e que, se faz tão importante como combater o vírus, combater também as informações falsas (fake News) ou que não apresentem documentos de órgãos oficiais de imprensa municipal, estadual, ou ainda, de um veículo de comunicação com credibilidade e credenciado no município.

Por fim, seguem anexos a esta NOTA OFICIAL vídeo da Secretária de Saúde, Ines Salles, explicando os procedimentos, além de documentos emitidos pelo COE/RS COVID-19 (Centro de Operações de Emergências da Secretaria Estadual da Saúde / RS) confirmando a veracidade das informações aqui prestadas.

Secretaria confirma morte de paciente por Covid 19

COE-RS CONFIRMA MORTE DE PACIENTE CAÇAPAVANA EM DECORRÊNCIA DO CORONAVIRUSPor William BrasilA Prefeitura informa que o Boletim Epidemiológico datado de ontem, dia 12 de outubro, que informa a morte de mais um caso que se trata de coronavírus, não apresenta nenhuma irregularidade. Que a notícia, embasada em documento encaminhado à Secretaria de Saúde da Prefeitura de Caçapava do Sul, e gerado através do SISEP (Sistema de Saúde Unificado do SUS que identifica esta doença), apresentou que a morte da paciente foi em DECORRENCIA do coronavírus. Após a constatação na manhã desta terça-feira, dia 13, de divergências documentais entre o laudo do Estado do Rio Grande do Sul e a Certidão de óbito (esta última apresentada pela família da vítima), a Secretaria de Saúde solicitou ao Centro de Operações de Emergências Secretaria Estadual da Saúde / RS novo laudo da causa morte e, que, novamente, através de e-mail documental, anexo a esta matéria, CONFIRMOU A MORTE DA PACIENTE DECORRENTE DE CORONAVÍRUS. Após tomar conhecimento dos fatos, a Coordenadoria de Comunicação Municipal entrou em contato com a Coordenadora Regional da Vigilância Epidemiológica, Especialista em Saúde da 8ª Coordenadoria Municipal de Saúde, Cenyra Sanchotene Martini, que afirmou que o laudo atestado de coronavírus da paciente foi emitido por médico especialista do HCB, uma vez que os exames anteriores (teste rápidos de Coronavirus e PCRs) apresentaram resultado negativo. Cenyra informou ainda que a divergência na informação da causa morte pode ocorrer, uma vez que existe um protocolo específico com diversos itens que podem serem preenchidos, ou não, na certidão de óbito, e que, casos de covid-19 muitas vezes são preenchidos como síndromes respiratórias agudas, ou pulmonares, sendo que, esta última, pulmonar, consta na Certidão de Óbito apresentado pela família da vítima (essa constatação pode ser comprovado com Documento emitido pelo COE-RS anexo à materia).Em relação a realização do funeral, que não é permitido em casos de Covid-19 devido o risco de contaminação, a coordenadora explicou que tanto o laudo, quanto os testes que foram realizados na vítima, comprovaram que ela não era mais portadora, no momento da morte, do vírus (mas que morreu em decorrência dele devido agravamento de órgãos) e que não oferecia riscos a saúde de familiares e amigos presentes no momento da cerimônia e enterro.A Prefeitura, através da Coordenadoria de comunicação, reitera que TODOS OS PROTOCOLOS DE INFORMAÇÃO RELATIVAS AO CORONAVIRUS são emitidos baseados em documentos oficiais, que não há manipulação de tais dados, gerados pelo SISTEMA de Saúde Nacional quando da entrada destes pacientes em qualquer hospital do país (uma vez que todo exame ou procedimento realizado é registrado em Sistema CID), e que, se faz tão importante como combater o vírus, combater também as informações falsas (fake News) ou que não apresentem documentos de órgãos oficiais de imprensa municipal, estadual, ou ainda, de um veículo de comunicação com credibilidade e credenciado no município. Por fim, seguem anexos a esta NOTA OFICIAL vídeo da Secretária de Saúde, Ines Salles, explicando os procedimentos, além de documentos emitidos pelo COE/RS COVID-19 (Centro de Operações de Emergências da Secretaria Estadual da Saúde / RS) confirmando a veracidade das informações aqui prestadas.Documentos anexos nas mensagens

Posted by Prefeitura Municipal de Caçapava do Sul on Tuesday, October 13, 2020

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios