Caçapava do SulCoronavírusDestaqueGeralPrefeitura de Caçapava do SulSaúde

Caçapava do Sul não registra nova internação de Covid-19 há 3 dias e volta à Bandeira Laranja

O prefeito Giovani Amestoy informou em Live na noite desta segunda-feira (20) que Caçapava do Sul não registra há 3 dias nova internação no município de pessoas diagnosticadas com Covid-19.

Este é um dos fatores que fez também com que o município voltasse nesta segunda-feira (20) à Bandeira Laranja.

Em Caçapava do Sul, desde março, quando começou a pandemia, implantou uma tenda para atendimento de pacientes com síndromes gripais e suspeita de Covid-19, fazendo triagem para ajudar o Pronto Atendimento.

No local, ocorrerão até 07 de junho um total de 343 pessoas. Há 10 dias, a tenda passou a atender com médicos 12h por dia, das 8h às 20h, atendendo 159 pessoas, realizando ainda testes, de acordo com o indicado pelo médico. Foram, de lá para cá, mais de 500 atendimentos no local, que foi transformado em um centro de Triagem.

O Prefeito informou ainda na Live que a orientação, através da equipe de Vigilância em Parceria com a Brigada e Corpo de Bombeiros nas ruas, tem sido ostensiva, e que nesta semana deverá ser ainda maior com o apoio, solicitado pela Prefeitura, ao Exército de Bagé, que deverá estar nas ruas dos bairros, juntamente com a equipe de fiscalização, orientando a população no uso de máscaras, na higienização das mãos e também nosso comércio para que mantenha suas atividades saudáveis, assim como todos devem preservar pela saúde física, mental e econômica.

No fim da Live, Amestoy falou da vacina testada e aprovada na Inglaterra para o combate ao coronavírus e que espera que até o fim do ano tenhamos no país, com esforço do Governo Federal, acesso máximo para imunizar toda a população desta pandemia que paralisou o mundo.

Retorno da Bandeira Laranja (dentre as principais alterações, estão):

-aumento da capacidade de atendimento em órgãos públicos (que atenderão por telefone e serviços web) com 50% dos Servidores;

– comércios e prestadores de serviços com atendimento até 50% da Capacidade de público conforme PPCI (incluindo funcionários e clientes) e atendimento até às 17h para os considerados não essenciais. Manter fechados e impossibilitados de uso os provadores, onde houver;

proibir a prova de vestimentas em geral, acessórios, bijuterias, calçados entre outros conforme SES nº270. E seguir rigorosamente procedimentos normativos da saúde, sendo obrigatório uso de máscaras por todos.

– Farmácias, consultórios e clínicas de exames, consultas e atendimentos de saúde devem atender sem restrição de horários, com até 75% da capacidade de trabalhadores, atentando as restrições de atendimento ao cliente e às Portarias SES nº 274 e SES nº284.

– Postos de distribuição de combustíveis devem funcionar sem restrição de horário, com capacidade de até 75% de trabalhadores, sem aglomeração e respeitando a portaria da Secretaria de Saúde do Estado SES nº270. Conveniências deverão funcionar das 7h às 19h.

– Indústrias devem produzir turnos com capacidade de até 75% do permitido conforme o PPCI do local estabelecido pelo Corpo de Bombeiros. Indústrias de Alimentos e de Produtos Farmacêuticos podem trabalhar com até 100% da capacidade. Todas devem atender a Portaria de Saúde do Estado SES nº 283, e é obrigatória a aferição de temperatura de todos os funcionários na entrada do turno, bem como de todos os clientes e/ ou entregadores que visitarem o local.

– Mercados, supermercados, lojas de vendas de suprimentos alimentícios essenciais e estabelecimentos do setor do agronegócio devem manter a funcionalidade com capacidade de até 75% do seu PPCI (funcionários e clientes), respeitando a Portaria de Saúde estabelecida pelo Estado para seu referido Comércio. O horário de funcionamento será até às 19h. O horário de abertura é de acordo com o horário já estabelecido pela empresa.

– Padarias, lancherias, restaurantes a lá carte e prato feito limitar o número de clientes dentro do estabelecimento a 50% de sua capacidade. É proibida ainda serviço de bufê, sendo permitido consumo no local, porém com prato feito. O Horário é de acordo com o já estabelecido pela empresa.

– Hotéis e pousadas podem atender apenas com 50% dos leitos e quartos. Hotéis e similares de beira de estradas e rodovias podem manter 100% dos quartos em funcionamento.

– Distribuidoras de bebidas podem abrir até às 17h, conforme horário para o comércio, e, após, só poderá atender com tele-entrega.

-O funcionamento de academias e centros de treinamentos de ginásticas exclusivamente poderão ocorrer com 25% da capacidade de profissionais, com atendimento restrito de atletas por setor conforme PPCI.

Atividades em grupos, como jogos esportivos (futebol, vôlei, bocha, basquete, dança, patinação, entre outros) estão proibidas.

-Centros de Estética, Salões de Beleza e tatuagens: deverão manter os 25% o número de funcionários em atendimento e clientes conforme PPCI da empresa, além de seguir as portarias de recomendação de Secretaria de Saúde do Estado relacionadas à higienização dos utensílios compartilhados.

Deixe uma resposta

Veja Também

Fechar
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios