Colunistas

Magoado, Lengalenga, Controverso, Segredo?, Vencido, Caos Nacional, Arma em punho, Merenda, Pegou pesado, Ausente, Pirola Prefeito, Dono da Patrola, Pai Caio

A Palavra do Machado é um resumo da Sessão Legislativa de Caçapava do Sul, comentado pelo diretor dos jornais A Palavra e CaçapavaOnline

Magoado – Pirola Menezes – PP, se disse frustrado depois que o prefeito Amestoy foi buscar as novas viaturas e não citou na matéria que a viatura, conseguida através de emenda do PP, é de sua autoria. “O mérito também é pra quem pediu e seria justo ao menos citar o nome”.

Lengalenga – Marquinho Vivian – MDB, falou sobre o recurso destinado pelo MDB para aquisição de um trator. Conforme o vereador, após a licitação, foi enviada por Sedex a documentação para a empresa encaminhar a papelada. Passados vários dias a empresa não tinha recebido o Sedex nem a prefeitura tinha procurado saber da documentação. “Mas a foto do prefeito e sua equipe tá bonita. Não existe transparência nesse governo. De quatro Pedidos de Informação apenas um foi respondido. É uma lengalenga”.

Controverso – Após ser questionada sobre o pagamento das diárias dos motoristas da Secretaria de Saúde a Secretária teria dito que não devia nada. O vereador Ricardo Rosso – PP, afirmou durante a sessão que a Secretaria deve diárias há 60 dias.

Segredo? – O vereador Luiz Fernando Boca Torres – PT lembrou que após ser votado e aprovado na Casa para que uma empresa assumisse a Pedra do Segredo “por um rapaz que não tinha condições” agora tem uma outra empresa para administrar o parque. “E a licitação?” Perguntou o parlamentar.

Vencido – O presidente da Casa, Sílvio Beleza Tondo – PP, quer saber sobre o contrato de recolhimento de lixo que já estaria vencido e até o momento não foi realizado novo contrato. Beleza quer mais transparência, pois há vários locais que não estão sendo atendidos e lugares que não se recolhe o lixo há mais de 15 dias

Caos Nacional – Para Beleza é necessário que haja mais transparência no executivo municipal. A Secretaria de Assistência Social de “Referência Nacional” virou “Caos Nacional”. “Por que não mandar as informações? Queremos transparência. Não estamos aqui para brincar e não podemos ser coniventes com as situações erradas que estão ocorrendo”.

Arma em punho – Uma família pediu, há 30 dias, para o vereador Ricardo Rosso que fosse realizado o conserto de sua rua a fim de que a água das chuvas não fosse em direção a sua casa. Eles chegaram a oferecer os canos para a conclusão da obra. “Ontem (27) a lama invadiu a casa. Pra quê a Comissão de Obras (Rosso+Alex+Mano)?” Perguntou o vereador. “Que eu digo para eles? Já teve caso de “arma em punho” num terreno onde corre o esgoto a céu aberto. Esse governo tem que ter prioridades”.

Merenda – O vereador Boca disse que foi ao Patronato para verificar o lanche das crianças e ao chegar no refeitório, às 14horas, encontrou as crianças comendo pão seco. Boca disse ainda que são muitas as denúncias de que crianças de 6 anos vão para a escola e voltam pra casa com fome. “Dar almoço às 11h e pão seco às 14h e em seguida (16h) mandar elas embora passando fome, não pode. Como tem recursos pra festas? Já não tem uniforme pra todos e agora não tem comida pra todos? E a consciência e humanidade? Isso não vou admitir. Parem com isso e dêem comida para essas crianças!” Disse o vereador.

Pegou pesado o vereador Marquinho Vivian – MDB, quando disse que os vereadores têm de dar resposta para a comunidade, quando os problemas são resultado da incompetência do prefeito Giovane Amestoy. “Em São Sepé o Secretário de Obras não estava atendendo as necessidades e foi demitido. Isso é pra quem tem coragem. Isso é pra homem”, disse Vivian.

Ausente – Em evento do NCCCCS onde participaram 35 municípios, Mariano Teixeira sentiu a falta de um representante do Executivo. “Fiquei com vergonha pois em Caçapava se fala em turismo, em divulgar o município. Se não pode ajudar, ao menos poderiam estar recebendo visitantes com divulgação dos pontos turísticos.”

Pirola Prefeito – O vereador Pirola disse que nos seus quatro mandatos ganhou muita experiência, conhece a situação do povão e disse ainda que poderia ajudar muito mais numa chapa majoritária. Ou seja, se lançou a prefeito!

Dono da Patrola – Caio Casanova disse que tem lugar que não dá pra ir, “parece que agente (vereador) é o dono da patrola e que uma senhora do interior disse que a última patrola que passou na sua estrada foi na era do Coronel”.

Pai Caio – Em nova inspiração Caio disse que depois de 5 mandatos vai sair um prefeito a partir da Câmara de Vereadores. “Tinha que ter um grupo desta casa para ganhar e administrar o município para a comunidade”.

Enquanto isso em São Sepé:

Be-a-bá da Pinguela – A vereadora Zilca Camargo – PDT, deu uma aula sobre os sinônimos de pinguela, passarela e ponte. Ela foi categórica: “Aquilo não é ponte nem passarela, é pinguela!” disse a vereadora, ainda se referindo à matéria onde foi citada a precária estrutura da rua Osvaldo Aranha, sobre o lajeado.

Direto ao Ponto – O vereador Humberto Stodutto – PP, ao receber solicitações de moradores do loteamento do “Dudu” sobre infra-estrutura, disse em plenário que não fará solicitação através da Casa, preferindo falar diretamente com secretário de obras Janir. Renato Rosso o parabenizou pela final do campeonato de Futebol de Campo e o cumprimento da lei que proíbe a soltura de fogos.

RS 149 – Gilvane Moreira é usuário da ERS 149 e por isso fala com precisão da deficiência da rodovia. Das demandas do município com o Estado, a ERS 149 é prioridade.

Equivocado – A vereadora Maria da Saúde – PP, tem recebido diversas reclamações de usuários de uma unidade de saúde de São Sepé que está sem médico, e teria orientado os pacientes a esperar. Maria alerta que a orientação correta é não liberar usuários sem atendimento ou ao menos providenciar o encaminhamento para outras unidades.

São Janir – Sobre as estradas do interior do município, Lauro Ouriques – PPS, disse que está feliz com a as palavras do Secretário Janir. Ele promete recuperar as estradas de São Sepé antes do início da próxima safra.

Renato’s – O vereador Renato Rosso – PP, eleito presidente do PP, saudou o também Renato: só que Pedro, pela eleição a presidente do PDT de São Sepé. Renato Rosso disse que vai convidar Pedro Renato Silveira para juntos repensar a cidade de São Sepé. Rosso disse que deve enviar novo ofício ao comando da Brigada Militar pedindo informações sobre efetivo local. Conforme Rosso, o Comando segue não respondendo aos questionamentos da Casa, sendo que mais PMs têm se aposentado e não ocorre reposição do efetivo. “Isso reflete na segurança dos cidadãos”, concluiu. Sobre a ponte São Rafael, que deve ser inaugurada, na sexta-feira 31/05, disse esperar que por lá nunca mais passe caminhoneiro desabilitado e com excesso de carga.

Medicação – O vereador Tavinho – PDT, disse que se comoveu com a situação de cidadão que depende de medicação contínua fornecida pela farmácia do estado, porém há 4 meses está em falta. Segundo o cidadão, que já pensa em se desfazer de patrimônio para dar sequência no tratamento, na farmácia do município, onde também retira medicamentos, também há medicamentos em falta.

Em obras – Uma ótima notícia foi dada em plenário pelo vereador Eto Vargas – PP: estão sendo retomadas as obras da creche da Lôndero. Eto também pediu aos colegas e munícipes que entendam que o tempo não está colaborando para a total recuperação das estradas.

Urgente – Dr. Maninho – MDB, alertou da necessidade urgente do conserto de um buraco existente no passeio público do Banco do Brasil. Ele teria sido responsável por um acidente com uma idosa esta semana. Conforme o vereador, a pedestre teria tropeçado numa falha, próximo a entrada da garagem e caído ao chão. O vereador passava pelo local, percebeu a senhora caída e prestou atendimento até a chegada do SAMU.

 

Luís Carlos Machado

Jornalista MTE 18.013/RS Graduado em Marketing

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios