CIDADE - 27/09/2017 - 09:04:51 (73 cliques)
Museu inaugura nova Exposição

O Museu Lanceiros do Sul inaugurou terça (26) a exposição "Memórias dos Dragões de Rio Pardo fundadores da fortificação Clareira da Mata - Origem de Caçapava" composta de Artefatos Históricos utilizados pelos desbravadores que fundaram Caçapava do Sul.
 
A exposição, realizada pela Secretaria de Cultura e Turismo, e que se estende até o mês de novembro, tem como objetivo materializar as memórias deixadas pelos colonizadores do município.
 
O Cerro Pelado ou Clareira na Mata, como era chamada Caçapava na época, comemora seu aniversário em Outubro e, em comemoração a data, traz ao público o acervo.
 
Saiba mais sobre a exposição:
 
Em meados de 1777 um pelotão da Infantaria montada portuguesa saiu do Forte Jesus Maria José, de Rio Pardo, em direção ao sul.
 
Sua missão era ocupar e montar um acampamento no alto de um cerro, que encontrava-se a 15 léguas de distância da Unidade Militar, conhecido desde tempos imemoráveis como local de antigos acampamentos indígenas charrua-minuano e local de parada obrigatória de aguada de viajantes que aventuravam-se pelo pampa sem fim.
 
O cerro pelado de vegetação, com mais de 400 metros de altura e dezenas de vertentes e fontes,  chamado de Cassapava pelos M’byá Guaranis, servia perfeitamente como ponto de vigilância, pois tropas entrincheiradas podiam enxergar a dezenas de quilômetros e lançar cargas de canhões a imensas distâncias, transformando assim esta área em um local inexpugnável e de fácil defesa.
 
Foi a partir deste acampamento de vanguarda dos Dragões de Rio Pardo, que no final do século XVIII, nasceu a pequena vila que deu origem a cidade de Caçapava do Sul. E o quartel do primeiro pelotão de europeus que ocupou a “Cassapava” foi neste local.
 
"Esta é a materialização das memórias daqueles desbravadores, perdidas nas brumas do tempo", informa João Timótheo Esmério Machado, secretário adjunto da Secultur.
 
Já o Tratado de Santo Ildefonso foi o acordo assinado em 01 de outubro de 1777, na cidade espanhola de San Ildefonso, com o objetivo de encerrar a disputa entre Portugal e Espanha pela posse da colônia sul-americana do Sacramento, situação que se prolongava desde a Paz de Utrecht e a guerra de 1735-1737.
 
O tratado foi intermediado pela Inglaterra e pela França, que tinham interesses políticos e comerciais na pacificação das relações entre Portugal e Espanha e foi assinado pela Rainha de Portugal, D. Maria I, a Louca, e o Rei da Espanha, Carlos III.
 
O Museu Municipal Lanceiros do Sul fica aberto de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 15h, no Centro de Cultura Arnaldo Luiz Cassol.
 
Mais informações e agendamentos para visitas de grupos pelo telefone (55) 3281-3936.
Fonte: A. I. Prefeitura Municipal de Caçapava do Sul
© CaçapavaOnline.net 2014 - Todos os direitos reservados.